Seges faz licitao para contratar empresa responsvel por consignaes

Quinta-feira, 31 de março de 2016 | Publicado às 09h51

audincia pblica de disputa licitatria ser realizada na Central de Licitaes, localizada na Seges, no Centro Poltico e Administrativo.

A A

  

A Secretaria de Estado de Gestão (Seges) transferiu para a tarde desta quinta-feira (31) a abertura da Tomada de Preços para contratação de empresa especializada na prestação de serviços de administração de margem consignável e controle de consignações facultativas a servidores públicos estaduais. A audiência pública de disputa licitatória será realizada na Central de Licitações, localizada na Seges, no Centro Político e Administrativo. 

O processo licitatório, que estava marcado para ser realizado na manhã desta quarta-feira (30), foi suspenso devido a problemas técnicos ocasionados pela forte chuva ocorrida na tarde de segunda-feira (29), e com isso os interessados não conseguiram acessar documentos referentes ao processo licitatório, já que o sistema ficou inoperante.

Nesta primeira etapa, as cinco empresas que compareceram para participar do certame irão entregar as documentações necessárias para sejam habilitadas a concorrer no processo licitatório. Na abertura da sessão, cada empresa entregará três envelopes: um com a proposta técnica, onde constará informações sobre o software a ser utilizado para o controle das consignações em folha; um para habilitação, contendo a documentação e as certidões negativas; e por fim, o envelope com a proposta de preço.

O primeiro envelope a ser aberto será o de proposta técnica, seguido do referente a habilitação e por último o de preço. Não há um prazo fixado para a finalização do processo devido aos trâmites que precisam ser seguidos

A contratação da empresa não irá gerar ônus pra o Governo do Estado, sendo que o ganho para a empresa vencedora será sobre os lançamentos processados por meio das consignatárias credenciadas no Estado, ou seja, bancos, associações, sindicatos e seguradoras, por meio dos contratos firmados com os servidores públicos estaduais.


Fonte: Dani Danchura / Seges-MT
Imprimir