Presidente do TCE, Antonio Joaquim, eleito vice-presidente do Conselho de Previdncia

Quarta-feira, 06 de abril de 2016 | Publicado às 08h37

O Conselho da Previdncia rene todos os rgos constitudos e discute uma reforma previdenciria para Mato Grosso

A A

O governador Pedro Taques presidiu, nesta terça-feira (05.04), a terceira reunião do Conselho de Previdência de Mato Grosso. O Conselho reúne todos os órgãos constituídos do Estado em busca de estudos e soluções para uma reforma previdenciária do serviço público nos três poderes: executivo, legislativo e judiciário.

Durante a sessão, o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Antonio Joaquim, foi eleito o vice-presidente do Conselho de Previdência. Os outros membros titulares do Conselho são: Paulo Cunha, do Tribunal de Justiça, Guilherme Maluf, da Assembleia Legislativa, Paulo Prado, do Ministério Público e Djalma Sabo Mendes, da Defensoria Pública.

Antonio Joaquim afirmou que contará com o apoio do conselheiro do TCE, Valter Albano, seu suplente no Conselho de Previdência, para contribuir no processo de reforma previdenciária. “O doutor Valter Albano estudou e trabalhou no projeto que criou o MT Prev, que atualmente gere as aposentadorias em Mato Grosso. É nos unindo com os demais poderes que encontraremos as melhores alternativas”, afirmou.

Segundo ele, devido ao alto déficit da previdência em todo o país, o Conselho é essencial para o futuro dos funcionários públicos. “Estamos tratando do futuro de centenas de milhares de pessoas. Os servidores públicos, seus dependentes e pensionistas serão os beneficiados com nossas atitudes de hoje. Nós, como pessoas públicas e líderes desse poderes, precisamos encarar o problema de forma definitiva. Precisamos equilibrar o déficit que existe e garantir um futuro tranquilo”, disse.

Durante a reunião desta terça-feira, também foram empossados os cinco membros do Comitê de Investimento e aprovado o Regimento Interno do Conselho. Também foi formado o grupo de trabalho que discutirá o Regimento Interno e reestruturação do MT Prev, autarquia do Governo Estadual que será responsável pela execução das ações definidas pelo Conselho de Previdência.


Fonte: Euziany Teodoro | GCom-MT
Imprimir